FOTO1.jpg
Foto: Divulgação.

Plano de obras do governo inclui demandas para estradas e acessos asfálticos da região

Reconhecido por seu trabalho na luta pela execução de obras em estradas e acessos asfálticos das regiões Centro e Centro-Serra, o deputado Adolfo Brito (Progressistas) esteve presente, na tarde desta quarta-feira (09), no Palácio Piratini, no lançamento oficial do Programa Avançar - Ações e Investimentos do Governo Gaúcho, em que foi anunciado um plano de R$ 5,2 bilhões em cinco anos para qualificar a malha viária estadual.

Deste total, R$ 3,9 bilhões virão de concessões, além de um plano de obras de R$ 1,3 bilhão com recursos do tesouro a serem aplicados até 2022. Para as regiões Centro e Centro Serra, deverão ser ao menos R$ 104 milhões em investimentos.

Foi confirmada a importância de R$ 1 milhão e 200 mil reais, para contratação do projeto técnico da Terceira Pista na ERS-400 entre Candelária e Sobradinho. Trata-se do primeiro passo, e posteriormente terá que ser feita a licitação já com orçamento da obra. 

É uma reivindicação que a região vem perseguindo há muito tempo. Trata-se de uma obra importantíssima para o escoamento da produção, bem como para alavancar o crescimento de toda região. “O trabalho junto aos prefeitos, associações, cooperativas, caminhoneiros e outras lideranças locais felizmente está gerando os frutos esperados”, disse o deputado Brito.

Outra excelente notícia saudada pelo parlamentar, foi a confirmação do repasse de R$ 7 milhões e 600 mil reais para a conclusão do acesso municipal de Lagoa Bonita do Sul a Passa Sete. Há cerca de quatro anos, Brito iniciou um trabalho conjunto com as lideranças e comunidades para viabilizar a obra. “Finalmente, essa luta trouxe resultado prático, sendo que os recursos já estão garantidos”, disse.

Também estão previstos no Plano de Obras, recursos para conclusão do acesso entre Pinhal Grande e Nova Palma, na ERS-149, com um total de 7 milhões e 500 mil reais.

Em relação a ERS-348 entre Faxinal do Soturno à Ivorá com acesso a São João do Polêsine, para 2021 está prevista a aplicação de 13 milhões e 510 mil e para 2022 mais 18 milhões, segundo a programação do Daer.

Para a recuperação de alguns trechos da ERS-347, entre Segredo, Sobradinho à Ibarama, foram alocados 1 milhão e 459 mil reais.

Obras também solicitadas pela região na VRS-817 entre Jacuizinho e Campos Borges 1 milhão e 600 mil reais. Entre Campos Borges e Espumoso mais 500 mil reais. Já a ERS-818 entre Salto do Jacuí e Jacuizinho terá recurso de 2 milhões e 700 mil reais. “Esta é uma região de muita produção de soja, milho, trigo, fundamental para o setor primário e a economia do Estado”, registrou, destacando as articulações realizadas junto às lideranças locais para que o montante necessário para a realização das obras fosse assegurado.

Para contratação do projeto técnico de Tunas, o programa prevê 900 mil reais.

O Daer confirmou que está alocando 700 mil reais para que seja readequado e atualizado o projeto do acesso ao Lagoão à Segredo.  Só após isso poderá ser definida a licitação da obra, já com novo orçamento.

Para recuperação da RSC-153, a partir de Barros Cassal em direção a Encruzilhada serão disponibilizados 8 milhões e 159 mil reais.

Também foi contemplado com recurso, a ERS-403, de Cachoeira do Sul à Rio Pardo.

Há um recurso de 1 milhão e 732 mil reais, para manutenção da RSC-481 de Estrela à Sobradinho, e parte da Estrada de Chão de Sobradinho à Cerro Branco. 

Segundo o Deputado Brito, algumas destas obras, houve também apoio dos parlamentares: Edson Brum, atual Secretário de Desenvolvimento Econômico; Kelly Moraes e Zilá Breitenbach.

Informações: Gab. Dep Adolfo Brito

Comentários



Ao continuar navegando em nosso site, você concorda com a nossa Política de Privacidade e com os nossos Termos de Serviço