WhatsApp Image 2019-10-14 at 15.00.03 (2).jpeg
Três carretas como estas estavam cheias de sucatas.
WhatsApp Image 2019-10-14 at 14.59.49.jpeg
Material é separado e pego com uma de garra de ferro.
WhatsApp Image 2019-10-14 at 15.00.02 (1).jpeg
Essa garra recolhe e joga o lixo dentro de uma prensa móvel.
WhatsApp Image 2019-10-14 at 15.00.02 (3).jpeg
A prensa esmaga e compacta o material.
WhatsApp Image 2019-10-14 at 15.00.02.jpeg
Depois é retirado e colocado no caminhão para transporte.
WhatsApp Image 2019-10-14 at 15.00.03 (1).jpeg
WhatsApp Image 2019-10-14 at 15.00.03.jpeg
WhatsApp Image 2019-10-14 at 15.00.26.jpeg

Sucata Fernandes recolheu mais de 100 toneladas de sucatas do município

Na tarde desta segunda (14) a Sucata Fernandes carregou três carretas cheias de sucatas. Foram 105 toneladas de ferro, alumínio dentre outros materiais que ajudam a limpar a região e principalmente a cidade de Restinga Sêca. O material reciclado recolhido foi vendido à metalúrgica Gerdau de Porto Alegre.

“Poderia ter sido muito mais, mas tive alguns machucados e outros empecilhos que tive e atrapalharam. Se não fossem esses problemas teriam dado perto de 200 toneladas.”, disse o proprietário Antonio Edir Fernandes. Outro ponto apontado por Fernandes para o numero baixo do recolhimento é que a empresa não queria ferro por conta de não haver mais exportação.

O material foi recolhido ao longo de três meses somente em Restinga Sêca. “Antes eu fazia a região, de todos os anos que recolho foi o que menos deu foi este ano.”, aponta. A próxima coleta será daqui a três meses.

Na sessão da Câmara de Vereadores de ontem, dia 14, o vereador Tiago Cantarelli disse que visitou o local onde são armazenadas as sucatas e falou do trabalho da Sucata Fernandes. Ele apontou que o espaço já é pequeno para comportar tanto material. “Nós vereadores temos conversado com o prefeito municipal para tentar um espaço melhor, vamos tentar viabilizar um local, por que é um trabalho importante de manter o município limpo.”, aponta.

A prefeitura em muitos outros casos já deu subsídios e fez a doação de terrenos para desenvolver as empresas da cidade. Para Fernandes a proposta é boa. “São pessoas que estão pensando na melhoria de Restinga Sêca.”.

Comentários



Ao continuar navegando em nosso site, você concorda com a nossa Política de Privacidade e com os nossos Termos de Serviço