WhatsApp Image 2019-10-08 at 17.34.38.jpeg
Foto: Divulgação
71697084_2423630077909789_606391717964283904_n.jpg
71727298_2423629511243179_6407529183391514624_n.jpg
72108149_2423629711243159_8248636287133679616_n.jpg
WhatsApp Image 2019-10-08 at 17.34.39 (1).jpeg
WhatsApp Image 2019-10-08 at 17.34.39 (2).jpeg
WhatsApp Image 2019-10-08 at 17.34.39 (3).jpeg
WhatsApp Image 2019-10-08 at 17.34.39.jpeg

Egom Bisognin e sua análise sobre a 4°ExpoRestinga

Egom Rogéro Bisognin é empresário, faz parte da diretoria Associação de Comercio e Indústria de Restinga Sêca (ACI) e um dos organizadores da feira. São 16 anos atuando no ramo de segurança, com a empresa Progsystem. E no dia 8 de outubro comemorou um ano da filial na cidade de Agudo.  “Cito um exemplo do cedro e do repolho. O cedro é uma arvore que leva cinco anos para sair da terra, mas quando sai está bem enraizada, mas o repolho leva semana, mas logo o primeiro vento leva.”, cita o exemplo para seu reconhecimento e expansão.  A Progsystem fez a segurança da 4° ExpoRestinga. “É a quarta vez que a gente faz a segurança e limpeza.”.  

Como um dos organizadores da feira, Bisognin fez um balanço da 4°ExpoRestinga que aconteceu no Centro de Eventos de Restinga Sêca, nos dias 4,5 e 6 de outubro. “Nós estamos nos reunindo desde a feira passada, e nós da diretoria, nos reunimos para contratar os melhores profissionais para esse sucesso que foi a 4° Expo Restinga.”, conta.

Desde a iluminação, da parte elétrica, da sonorização, da segurança a limpeza, tudo teria que sair de acordo com o planejado. “É como uma engrenagem que cada um cuida da sua parte, para que saia tudo bem.”, diz.

Na parte de segurança e limpeza a analise feita pelo empresário é positiva. “Nós começamos a fazer no sábado anterior da feira. No sábado (dia da feira) trabalhamos com 15 seguranças e sete integrantes na limpeza, como pode observar todo o perímetro estava sempre limpo”. Um dos pontos apontados da feira foi à questão dos banheiros, que estavam sempre limpos. “Vou contar um segredo, o cheirinho, a gente fazia lá no nosso estande, é um segredo igual ao da Coca-Cola que não é revelado, preparamos para deixar os banheiros com um odor melhor. Esse ano nós primamos à limpeza como se fosse banheiro da nossa casa.”, revela.  Para próxima feira será colocado banheiros químicos, na praça de alimentação, para desafogar os principais.

Não se viu muito lixo no chão dos pavilhões e pelo CE. O que mostra uma conscientização das pessoas que foram ao centro de eventos. “Eu quero agradecer as pessoas de Restinga Sêca, aos visitantes, que houve uma conscientização na questão do lixo produzido por eles mesmos, porque, apesar da minha equipe estar sempre atenta e recolhendo, não se via como em outras feiras o pessoal colocando lixo no chão.”, aponta.

O trânsito com pessoas e automóveis juntos na entrada do CE, também foi um ponto levantado para melhorar para próxima edição da feira. “Pessoas misturadas com automóveis não vai acontecer, vamos fazer um perímetros só para pedestre.”, salienta.  A parte de estacionamento foi um ponto que estava bastante degradado e terá soluções. Serão colocadas pedras para evitar o barro que foi formado com a chuva e o trânsito dos veículos. “Gostaria de agradecer que o pessoal soube entender, tirando alguns, o pessoal respeitou.”, agradece.

No balanço geral de Bisognin houve pontos negativos que serão melhorados, mas a 4° ExpoRestinga ocorreu de forma muito positiva e sempre buscando melhorar. “Sempre sucessivamente vamos tentar melhorar e ampliar, ano que vem será muito maior.”, aponta.

 

IDENTIFIQUE-SE E LEIA A NOTÍCIA COMPLETA!


Já é assinante?

ENTRE AQUI

Não sou assinante

Assinar

Comentários