AMF.jpg

Encontro de Professores Antonio Meneghetti Faculdade

   No sábado, dia 30 de setembro, a partir das 9h, aconteceu na Antonio Meneghetti Faculdade (AMF), localizada no Recanto Maestro, o II Encontro de Professores, “Como se Posicionar e Trabalhar com o Jovem de Hoje?”, reunindo professores de diversas localidades do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Rio de Janeiro e Bahia.

            De início, foi exibido um vídeo sobre o Simpósio Internacional “Pedagogia Contemporânea: responsabilidade e formação do jovem para a sociedade do futuro”, ocorrido em Paris, França, na sede da UNESCO, e que contou com a presença de diretores, professores e funcionários da AMF, além dos prefeitos Paulo Ricardo Salerno, de Restinga Sêca, e Matione Sônego, de São João Polêsine.

            Na sequência, ainda um vídeo gravado pelo professor Antonio Meneghetti no ano de 2007 em que ele tratava das dificuldades para ensinar crianças e a excessiva complacência dos pais no tratamento com elas. Ainda manifestaram-se o senhor Roberto Argenta, diretor geral da Fundação Antonio Meneghetti, a professora Helena Biasoto, diretora da AMF e, em continuidade, ocorreram dois painéis. Um deles tratou especificamente sobre as dificuldades de atenção e concentração dos alunos. Através de vídeos e material em Power point, as coordenadoras dos cursos de Pedagogia e Ontopsicologia, professoras doutoras Estela Maris Giordani e Patrícia Wazlawiki, sugeriram algumas formas para ensinar o aluno a estudar: adquirir o hábito diário da leitura; aprender, diariamente, um assunto novo; e não houve dúvida, ler aprende-se lendo, escrever, aprende-se escrevendo.

            No turno da tarde, os alunos da AMF que estiveram em Paris no mês de setembro relataram um pouco das suas experiências desde o início da graduação, deixando claro para os presentes que é importante o incentivo do professor para que o aluno seja protagonista de si mesmo, é preciso desafiá-lo, ensiná-lo a trabalhar com projetos, impor-lhe limites e metas. Para encerrar, mais uma brilhante apresentação da Orquestra Jovem Recanto Maestro, que reúne crianças e adolescentes da Quarta Colônia de Imigração Italiana, Restinga Sêca e Agudo.

Comentários